Acolitato

Seminaristas recebem ministério do serviço do altar

Quatro seminaristas quartoanistas da turma de teologia do Seminário Nossa Senhora Aparecida receberam à instituição do ministério de acolitato na memória de São João Maria Vianney.
 |  Andrea Rodrigues  |  Diocese
Foto: Luis Carlos da Silva

No dia em que a Igreja celebrou a memória de São João Maria Vianney, 04 de agosto, às 19 horas, na Catedral Sagrada Família, aconteceu à instituição no ministério de acólito de quatro seminaristas quartoanistas da turma de teologia do Seminário Nossa Senhora Aparecida.

A Eucaristia com o rito de instituição no ministério de acólito, presidida pelo bispo diocesano, Dom Luiz Antônio Guedes, conferiu aos seminaristas Arthur Carvalho, Danilo de Oliveira, Elenilson Silva e William da Silva a função de cuidar do altar, auxiliar o diácono e o sacerdote nas ações litúrgicas, sobretudo na celebração da Missa e distribuir, como ministro extraordinário, a Sagrada Comunhão.

O acolitato é um dos passos a serem dados para chegar ao sacramento da ordem e é recebido quando o candidato alcança o quarto ano da teologia e é considerado apto a função. Para o seminarista Danilo Rodrigues o rito fala por si: “Quando recebi a âmbula para a celebração da Eucaristia, assumi a missão de viver de tal modo que me esforce a servir dignamente a mesa do Senhor e da Igreja. Isto revela que o ministério não é mérito humano, mas nossa resposta de serviço diante do chamado divino para a vida comunitária."

Para o novo acólito Elenilson, é uma alegria e um momento importante da caminhada vocacional. “É uma alegria vivenciar esse momento importante da minha caminhada vocacional, instituído acólito da Igreja, dou mais um passo no exercício da missão a que Deus me chamou.

Durante a formação o seminarista, antes de receber o acolitato, recebe o leitorato, estando aptos para a leitura da Palavra durante a Liturgia, tornando-se assim, leitores ou proclamadores da Sagrada Escritura, o passo seguinte é a ordenação diaconal. Para William foi mais um momento de encontro e compromisso com o Evangelho: “Foi um momento de encontro e compromisso com o que é próprio de Deus. Encontro com a vocação e compromisso com a Igreja”.

Padre Lidionor Sampaio, reitor do Seminário Nossa Senhora Aparecida, apresentou os candidatos e explicou sobre o ministério e a importância para a caminhada formativa dos seminaristas. Para Arthur a importância de cada etapa é confirmada ao longo da caminhada. “Para mim, foi maus um momento de confirmação na caminhada. O acólito é alguém que está servindo ao altar. É assim que desejo conduzir minha vocação, sempre próximo à Cristo na Eucaristia".


Notícias Relacionadas

Seminaristas Diocesanos recebem ministérios de leitorado e acolitato

A recepção dos ministérios marca mais uma etapa da formação dos seminaristas em vistas da ordenação sacerdotal.

Seis seminaristas recebem ministérios de leitor e acólito

Com alegria e no dia do santo padroeiro dos padres, seis seminaristas diocesanos são instituídos leitores e acólitos para o serviço da Igreja.

Três seminaristas são instituídos no Leitorato

"Deixo tudo em prol do Reino de Deus." Eis o impulso que conduz os jovens seminaristas Aloísio de Melo, Maciel Mesquita e Wesley Michael, em sua vocação e caminhada formativa. Entre amigos e familiares, no dia 25.04, na paróquia São Francisco de Assis, no Valo Velho, forania São Luiz, na Eucaris...

Cúria Diocesana

Rua Lira Paulista, 30
Jd. Bom Refúgio - São Paulo
05788-320

11 3584-9000


© - Diocese de Campo Limpo.
Voltar ao Topo