Jubileu de Prata

São João Evangelista: 25 anos de fé e evangelização!

Paróquia São João Evangelista celebra 25 anos de criação com festa, procissão e celebração eucarística cheia de homenagens aos fiéis.
 |  Pascom Paroquial  |  Paróquias
Pascom Paroquial

Na noite do dia 27 de dezembro a paróquia São João Evangelista, forania Embu das Artes, celebrou seu Jubileu de Prata com missa presidida pelo pároco, padre Luiz Moraes e concelebrada pelo vigário padre Francisco Araújo.

São 25 anos de histórias de fé, evangelização e de muito amor. A Comunidade São João Evangelista nasceu em 1972, a partir uma comunidade itinerante na casa do casal Sebastião Aniceto de Jesus Lins e Maria Aparecida, no Jardim Elisa.  Daí por diante, padre Jaime Crowe, na época – pároco da Paróquia Nossa Senhora do Rosário – Embu das Artes – começou a visitar a comunidade, realizou encontros comunitários, fundou o Clube de Mães e iniciou-se o Terço Mariano e as primeiras catequeses, que deram muitos frutos.

História

O bairro ainda era novo e a comunidade muito simples. O acesso era por pequenas trilhas sem iluminação elétrica nem estradas asfaltadas. Padre Jaime e a Missionária Irmã Fillins não desanimaram. Eles visitavam todos os doentes, levavam remédios aos enfermos e auxílio espiritual aos moradores que se fortaleceram e logo a comunidade inicial foi transferida à garagem da família Pankratz, Jardim Magali, bairro que herdou o nome do seu antigo dono italiano.

Pouco a pouco foram chegando os primeiros habitantes de vários estados e regiões do Brasil e começaram a comunidade com grupos familiares e grande entrosamento dos fiéis. A população cresceu e passamos a pertencer à Paróquia Todos os Santos.

Nesta época, Padre Eduardo Macgettrick veio auxiliar o padre Jaime nas celebrações de Páscoa e Festa Junina. Eles providenciaram logo a compra de um terreno para a futura Paróquia São João Evangelista. Assim começou a construção de um pequeno salão. Dom Mauro Morelli colocou a pedra fundamental e oi dado prosseguimento à obra através de mutirões comunitários das próprias famílias.

Logo a comunidade colheu os primeiros frutos e teve suas primeiras catequistas, que preparavam para os Sacramentos da Iniciação Cristã (Batismo, Crisma e Eucaristia), bem como para os casamentos comunitários e obras sociais. Nesta época nasceu a creche Sociedade Amigos do Bairro, a alfabetização (antigo mobral), água e luz aos moradores do Jardim Senise.

Com o passar dos anos, o primeiro salão paroquial desmoronou, as atividades voltaram ao salão Pankratz. Então os padres Jaime e Eduardo conseguiram ajuda da Alemanha e o salão foi reconstruído. O contínuo crescimento físico da comunidade caminhava ao lado do espiritual.

Tempos depois, chegaram à comunidade os padres Eusébio Francisco e Osvani e a matriz era a Paróquia Cristo Ressuscitado e o espaço já não era o suficiente para abrigar todas as pastorais, movimentos e celebrações, por esta razão, começou a construção urgente de um espaço maior. Assim foi dado início a Paróquia São João Evangelista com todas as bênçãos do “Discípulo Amado”.

Dom Emílio Pignoli, bispo diocesano na época, constituiu a nova paróquia, criada em 27 de dezembro de 1997, sendo desmembrada da Paróquia Cristo Ressuscitado. O primeiro administrador da paróquia foi o padre Luiz Antônio de Moraes, ainda na condição de diácono, e tornou-se mais tarde o primeiro pároco.

Em 11 de junho de 2008, padre Francisco Araújo começou a trabalhar na Paróquia, na condição de vigário paroquial, até 2010. Depois fez outras experiências paroquiais na Diocese de Santo Amaro e retornando a São João Evangelista em 1º de maio de 2019. Nasceram nesta época duas comunidades da São João Evangelista: São Judas Tadeu e comunidade São Fernando.

Hoje a Paróquia S. João Evangelista tem cinco comunidades: Santo Antônio de Pádua, Santa Bárbara, São Miguel Arcanjo, Nossa Senhora das Graças e a Matriz São João Evangelista.


Cúria Diocesana

Rua Lira Paulista, 30
Jd. Bom Refúgio - São Paulo
05788-320

11 3584-9000


© - Diocese de Campo Limpo.
Voltar ao Topo