fbpx

Imensa imagem de Nosso Senhor Jesus Cristo é construída na Índia

Por | Segunda, 13 Janeiro 2020 13:39
Imensa imagem de Nosso Senhor Jesus Cristo é construída na Índia

‪ Uma imensa imagem de Nosso Senhor Jesus Cristo com cerca de 30 metros de altura está sendo construída na Índia, apesar da oposição de grupos hindus que afirmam que seu deus mora na colina de Kapalabetta e, por este motivo, não se poderia construir a estátua de Jesus naquele local.

Segundo o chefe de comunicações da Arquidiocese de Bangalore, Padre Cyril Victor Joseph, essa era uma controvérsia é desnecessária. "Usamos a mesma terra há décadas e fazemos a Via-Sacra na sexta-feira aqui. Já havia uma cruz e queremos substituí-la por uma imagem de Jesus agora que nos doaram o terreno", ressaltou. Ainda de acordo com o sacerdote os católicos vivem nessa região desde o ano de 1906, ocasião em que um grupo de missionários franceses começou a trabalhar no local. Além disso, a cidade de Harobele, aos pés da colina de Kapalabetta, é uma fortaleza cristã.

O terreno foi legalmente doado no ano de 2019 pelo ex-ministro hindu e líder do Congresso, D.K. Shivakumar, que esteve na inauguração do projeto em 25 de dezembro. Entretanto, o ativista hindu Girish Bharadwaj pediu às autoridades que interviessem e investiguem como esse político chegou a se tornar o dono da terra, pois segundo ele, alguns registros indicam que o dono dessa propriedade é o Estado. No dia 5 de janeiro, o Arcebispo de Bangalore, Dom Peter Machado, se reuniu com o ministro de Karnataka, B.S. Yediyurappa, para tentar resolver este problema.

O Padre Joseph explicou que o governo se ofereceu para intervir e esclarecer quem é o dono do terreno. O governo de Karnataka está nas mãos do partido nacionalista hindu Bharatiya Janata, criticado por seu extremismo. Em agosto de 2019, seis suspeitos hindus foram presos após dezenas de católicos serem atacados em uma peregrinação de Karnataka à Basílica de Nossa Senhora da Saúde, em Velankanni.

A região também foi alvo de uma onda de ataques anticristãos no ano de 2008, quando grupos hindus invadiram igrejas, escolas e casas, eventos que teriam sido apoiados por autoridades civis.