fbpx

Biblioteca Vaticana com novo site: mais ágil e intuitivo

“Somos os bibliotecários do Papa porque a biblioteca é sua e foi aberta por sua vontade há muitos séculos. Queremos estar ao serviço de nossos visitantes com um instrumento moderno e atualizado. O objetivo do novo site é ser um lugar de acolhida, colaboração e abertura”. Palavras do Prefeito da Biblioteca Apostólica Vaticana Cesare Pasini

Vatican News | Sexta, 24 Julho 2020 12:05
Biblioteca Vaticana com novo site: mais ágil e intuitivo

No endereço vaticanlibrary.va está on-line o novo site da Biblioteca do Vaticano, uma renovação visível aos leitores desde 16 de julho passado, mas em preparação há algum tempo, e caracterizado por um novo layout e um acesso mais fácil a todos os conteúdos e serviços que o enriquecem. Os procedimentos para solicitar reproduções de manuscritos e outros materiais armazenados na Biblioteca foram simplificados e tornaram-se mais intuitivos. Como pode ser visto nos sites mais recentes, a técnica de criação de conteúdo on-line é estática (textos, links de hipertexto, imagens), mas acima de tudo dinâmica: o site permite interagir com outros sistemas de informação conectados. Como os motores de busca de catálogos e biblioteca digital, consulta do catálogo editorial, gerenciamento do twitter visto da web, e-commerce. A operação de restyling é particularmente apropriada neste período pandêmico, quando as regras de segurança sanitária dificultam o acesso físico dos estudiosos. O Prefeito da Biblioteca do Vaticano, Monsenhor Cesare Pasini, confirma isso em nossa entrevista:

Mons. Pasini: A gráfica evolui rapidamente neste tipo de comunicação digital, por isso já há algum tempo estávamos conscientes de que precisávamos atualizá-la com algo mais ágil e mais intuitivo. Também havia novas modalidades, novas ferramentas que deviam que ser inseridas e o site renovado oferece estes novos serviços muito dinâmicos. Por um lado, é um site estático - há textos para ler e imagens para ver - mas há pesquisas que podem ser feitas e tudo isso exigia uma inovação como a que fizemos.

Em primeiro plano, na home-page, pode-se explorar os catálogos e a biblioteca digital. Não é uma escolha aleatória...

Mons. Pasini: Os que entram no site por este caminho, querem também conhecer, ver e consultar, assim como fazer anotações. Portanto este deve ser o primeiro serviço que encontram, devem ser as primeiras coisas belas que veem, para despertar curiosidade sobre o tema e fazer pesquisas. Podem ser vistas medalhas, moedas, gravuras, manuscritos. Assim poderá saber o que se encontra na Biblioteca ou talvez encontre algo que procurava para um estudo particular, assim como pode se interessar com essas mil culturas, mil idiomas que temos na biblioteca em nossos tesouros, idiomas da história mundial.

Há novidades para a área chamada “reservada”?

Mons. Pasini: Sim. Esta é uma área dedicada às comunicações relacionadas a solicitações específicas. Basta se registrar e participar. A novidade é uma busca melhor entre os títulos de nosso catálogo editorial, portanto, para os livros que publicamos como Biblioteca: publicações científicas, mas também de interesse imediato, como pode ser a agenda que imprimimos todos os anos. Então, nesta área podem ser feitos pedidos de foto-reprodução tanto para estudo quanto para uso profissional. Há um procedimento muito linear, prático e útil para fazer estas solicitações. Dessa área reservada, um usuário, um estudioso, uma pessoa curiosa, pode fazer as perguntas que lhe parecem úteis à Biblioteca: detalhes específicos ou informações das quais ele está interessado.

Outra seção importante do novo site são as "Notícias e Eventos". Que conteúdo encontramos lá?

Mons. Pasini: Aqui são assinalados todos os compromissos que nos dizem respeito: apresentamos um evento futuro ou que já aconteceu ou damos notícias de uma realidade importante ou alguma novidade da nossa Biblioteca. Também estão presentes as novas publicações: quando uma nova publicação é lançada ou colocada à venda, é ilustrada e apresentada nesta seção. Assim como colocamos nesta seção as "Newsletters", que são publicadas regularmente desde 25 de junho de 2008. São 12 anos de informações interessantes, nelas pode-se fazer um quadro da recente história da Biblioteca. Por fim os tweet da nossa conta Twitter@bibliovaticana, que anunciam os nossos eventos e as iniciativas de modo mais imediato.

Mons. Cesare, o quanto a internet é importante para o serviço dos bibliotecários do Papa?

Mons. Pasini: Somos os bibliotecários do Papa porque a biblioteca é sua e foi aberta por sua vontade há muitos séculos. Portanto, queremos estar verdadeiramente ao serviço de nossos visitantes com um instrumento moderno e atualizado que proporcione imediatamente a resposta a uma pesquisa ou leve a maior interesse pela Biblioteca. Com o site queremos nos fazer conhecer pelo que somos e pelo que temos e oferecer um serviço que alcance as fronteiras do mundo. O Papa Francisco fala frequentemente que temos que chegar às periferias: por isso creio que não exista nada como um site on-line que potencialmente nos permita chegar a todas as fronteiras e a todos os países do mundo, próximos e distantes. Naturalmente, não negligenciamos o serviço presencial dos que nos visitam e tentamos servi-los bem. Mas, especialmente neste período de emergência sanitária que estamos vivendo, com a mobilidade limitada é mais difícil para muitos vir diretamente à Biblioteca. Portanto este site aberto e comunicativo, rico e atraente, quer ser um lugar importante de acolhida, colaboração e abertura.