fbpx

Orientações da Diocese de Campo Limpo para prevenção do coronavirus

Por meio de decreto, Dom Luiz Antônio Guedes emite orientações para a Diocese. Normativa vigora até nova orientação.

Redação | Sexta, 13 Março 2020 15:04
Orientações da Diocese de Campo Limpo para prevenção do coronavirus

ORIENTAÇÕES PASTORAIS SOBRE A PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS

Considerando a expansão do novo coronavírus no Brasil e, em consequência de maiores riscos de contágio com o mesmo;
Considerando a necessidade da prevenção para os fiéis participantes de nossas atividades litúrgicas,

ESTABELEÇO AS SEGUINTES ORIENTAÇÕES:

  1. Manter a atenção para as determinações das autoridades da área da saúde e colocá-las em prática, por exemplo: lavar sempre as mãos, evitar aglomerações, etc;
  2. Manter, segundo as condições locais, as igrejas abertas e arejadas, sobretudo durante as celebrações litúrgicas;
  3. Abolir a água benta nas entradas das igrejas e colocar à disposição de todos o álcool em gel para higienização;
  4. Evitar, durante as celebrações litúrgicas e reuniões, toques, apertos de mão, abraços e beijos, evitando contato físico. Nas confissões manter uma distância mínima de 1,20m entre o confessor e o penitente. Observar a mesma distância nas secretarias paroquiais;
  5. Desobrigar idosos e pessoas enfermas da participação das celebrações litúrgicas; cuidar da assistência a essas pessoas através dos ministros da visitação e ministros extraordinários da comunhão eucarística, seguindo as mesmas orientações gerais de prevenção;
  6. Rezar a oração do Pai Nosso sem dar as mãos e omitir o abraço da paz nas missas e outras celebrações litúrgicas;
  7. Administrar a comunhão eucarística na mão. Em caso de comunhão sob as duas espécies, o ministro deverá purificar os dedos numa toalha embebida de álcool antes de ministrá-la ao próximo comungante;
  8. Omitir o Rito do Lava-Pés na Quinta-feira Santa;
  9. Omitir, na adoração da Cruz, o beijo na imagem do Cristo crucificado e substitui-lo por uma genuflexão ou uma profunda reverência;
  10. Proceder da mesma forma em relação às imagens de Cristo (Senhor dos Passos, Senhor Morto) e de Nossa Senhora das Dores.

Estas determinações são dadas para este momento de maior perigo de contágio e em vista da preservação da vida e da saúde de todos, vigorando até que sejam revogadas.

Pedimos a intercessão da Sagrada Família para que todos sejam preservados.

 

São Paulo, 13 de março de 2020.

 

Dom Luiz Antônio Guedes
Bispo Diocesano de Campo Limpo

Pe. Rodrigo Antonio da Silva
Notário