Comissão Bíblico-Catequética Diocesana realiza II Simpósio

Em sua segunda edição, o simpósio catequético acolheu as sugestões de coordenadores paroquiais para estruturar temáticas das oficinas oferecidas.

Cleber Gois | Sexta, 26 Julho 2019 09:04
Comissão Bíblico-Catequética Diocesana realiza II Simpósio Arquivo Pessoal

O II Simpósio de Metodologia Catequética aconteceu no dia 13 de julho, nas dependências do Colégio Santo Américo e Paróquia São Bento do Morumbi.

A coordenação diocesana da catequese estruturou o simpósio no formato do ano anterior, e a temática para as oficinas foram escolhas dos coordenadores paroquiais, durante a XX Assembléia anual da Animação Bíblica Catequética, ocorrida em novembro passado, no Salão Nossa Senhora das Graças.

Os documentos da Igreja, incluindo o nº 107 da CNBB, além da Bíblia são utilizados como base para todo o encontro. Todos os palestrantes do dia disponibilizarão o material em forma de apostilas no Blog da Catequese Diocesana. Todos os catequistas presentes receberam o certificado de participação.

Temas e oficinas:

Oficina I: “Como abordar o tema da morte num encontro catequético?” ministrado pelo professor do Curso de Formação Básica para Catequistas, Welder Cabral; Oficina II: Um direito à vida: Não ao aborto, orientado pelo padre Marcelo dos Santos, Paróquia Santa Inês (Embu das Artes); Oficina III: “Sexualidade na vida cristã”, por Raylson Araújo, professor do Curso de Formação Básica para Catequista e aluno de Teologia pela PUC/SP; Oficina IV: “Depressão: Como identificar uma criança, um jovem ou um adulto nesta situação e o que catequista deve fazer nessa situação”, com a psicóloga Priscila Lopes Boareto.

O Simpósio começou com a Santa Missa e foi presidida pelo Padre Marcelo Santos, PF e concelebrada pelo pároco local, Dom Mauro Lorean, OSB.  Em sua homília, o padre ressaltou a importância de enfrentar junto, como família, os problemas que a vida oferece sendo base o estudo da Palavra e a oração.

Sermão da Montanha

A passagem que norteou o encontro foi o Sermão da Montanha.  Jesus de maneira simples e não legalista revela o que os discípulos devem praticar. A passagem mostra o caráter interno do homem interior (moral e ética). Jesus faz uma grande revolução ao dar sentido às motivações do comportamento. Na moral e na ética, percebemos que muitas vezes o ‘humano’ camufla o que é externo, o que se pode ver, contudo, o interior não é possível.

As bem-aventuranças mostram as atitudes que agradam a Deus e que trazem bênção: os pobres de espírito; os que choram; os mansos; os que têm fome e sede de justiça; os misericordiosos; os puros de coração; os pacificadores; os perseguidos por causa da justiça.

As bem-aventuranças mudam as prioridades da vida. Em vez de se preocuparem com bens materiais e motivações egoístas, os que querem ser realmente abençoados devem se concentrar nas coisas de Deus.

Novidades

Antes dos instantes finais, o Coordenador Diocesano da Catequese, Cleber Gois, apresentou o logotipo do Congresso Catequético Litúrgico, que estará no novo Diretório Diocesano da Catequese, pensado para todas as idades, desde a catequese no ventre materno até a catequese da terceira idade.

O congresso acontecerá no dia 07 de setembro, feriado nacional da Independência do Brasil, no Colégio Franciscano Pio XII, no bairro do Morumbi.

WhatsApp-Image-2019-07-22-at-101506
WhatsApp-Image-2019-07-22-at-101506-1
WhatsApp-Image-2019-07-22-at-101500
WhatsApp-Image-2019-07-22-at-101458
WhatsApp-Image-2019-07-22-at-100750
WhatsApp-Image-2019-07-22-at-100739