Pastoral da Criança celebra 31 anos em missão a serviço da vida

A Pastoral da Criança da Diocese de Campo Limpo celebrou no dia 22 de setembro 31 anos de existência e 28 anos da Cáritas Diocesana na Catedral Santuário Sagrada Família, com missa em Ação de graças presidida pelo Bispo Diocesano Dom Luiz Antônio Guedes.

Redação | Segunda, 08 Outubro 2018 10:59
Pastoral da Criança celebra 31 anos em missão a serviço da vida Andrea Rodrigues

Neste ano os organizadores apresentaram estatísticas e um linda homenagem em vídeo a fundadora Dra. Zilda Arns, no início da celebração. Muitas líderes e apoios se concentraram desde bem cedo para a organização desta manhã festiva de Ação de Graças.

Muita emoção envolveu a celebração da missa que contou com a participação de outros dois padres, Amauri Batista de Paula, Assessor Diocesano da Pastoral da Criança e o Padre Elinaldo Ferreira de Oliveira, da Paróquia São Benedito. Para a coordenadora diocesana Cristina Flores, “este é um momento muito importante para todos nós, celebrar este aniversário é renovar as energias e nos dar novo animo para seguir em frente na missão evangelizadora da Pastoral da Criança”.

 Em sua homilia, Dom Luiz, salientou a importância deste acompanhamento da pastoral em nossa diocese e incentivou aos agentes e apoios a plantarem a semente da caridade e da ajuda mutua em outros corações, “Não deixem de semear, a partilha da experiência de vocês é uma forma de semear, cultive, às vezes o convite feito, desperta o desejo no outro de também fazer parte da Pastoral da Criança que é um grande bem”.

O que mais chamou a atenção na missa foi a animação dos participantes que mostravam com orgulho, balançando fitas coloridas durante os momentos oportunos,  o prazer de fazer parte de um projeto tão importante como este.

A Pastoral da Criança

Há exatos 31 anos, antes mesmo de nossa diocese ser criada, a Pastoral da Criança já existia nesta região episcopal. No Brasil a iniciativa começou 1983 com a Dra. Zilda Arns médica e sanitarista, a pedido da ONU e do Ministério da Saúde, em convite feito pelo seu irmão, Dom Evaristo Arns que procurava responder ao questionamento: como a Igreja católica poderia ajudar a tirar nossas crianças da morte e desnutrição? A partir daí iniciou-se um trabalho em rede que hoje atinge 24 países do mundo.

Em 2010, a idealizadora do projeto doutora Zilda morreu em missão, devido ao terremoto no Haiti, mas, seu legado continua a levar vida em abundância para tantas crianças através de três ações básicas: visita domiciliar, celebração da vida e reunião de reflexão e avaliação.

Se antes a luta era contra a desnutrição, hoje a luta é também contra a obesidade infantil e todos os problemas de saúde oriundos dela, o acompanhamento nutricional foi incorporado e outras dificuldades do cotidiano, que atingem diretamente as crianças, como: drogas, álcool e a violência também são trabalhados através da ação de desenvolvimento integral da criança.

Pastoral da Criança em números

Na Diocese de Campo Limpo, são atendidas hoje 2.448 crianças, 2.063 famílias e 117 gestantes e contamos com uma equipe de 243 lideres e 266 apoios, totalizando 509 voluntários. Mas, com este contingente são atingidas apenas 3,1% das crianças na linha da pobreza do território diocesano que, no último senso 2010, contava com um total de 78.225 crianças.

Com a tecnologia a nossa favor e toda estrutura deste organismo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a pastoral da Criança vem se aprimorando, sempre alicerçada na fé cristã e na obediência a doutrina santificadora de nossa Igreja onde juntos formamos um mundo mais justo e um reino de amor e fraternidade.

IMG5862
IMG5936
IMG5935
IMG5925
IMG5923
IMG5917
IMG5915
IMG5914
IMG5913
IMG5911
IMG5910
IMG5908
IMG5907
IMG5906
IMG5901
IMG5898
IMG5874
IMG5896
IMG5894
IMG5890
IMG5888
IMG5885
IMG5881
IMG5876
IMG5870
IMG5864
IMG5934