Sacerdotes reunidos para o dia de oração pela santificação do clero

Depois de uma manhã de espiritualidade, dezenas de padres diocesanos e religiosos celebraram juntamente com Dom Luiz missa pelo Dia Mundial de Oração pela Santificação do Clero.

Redação | Sexta, 08 Junho 2018 17:30
Sacerdotes reunidos para o dia de oração pela santificação do clero Mayara Lamenha

Na Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, a Igreja, espalhada pelo mundo inteiro, é chamada a interceder pelos sacerdotes no Dia Mundial de Oração pela Santificação do Clero. A data pede a todos os cristãos para rezarem pelos sacerdotes.

Em nossa diocese, dezenas de sacerdotes se reuniram na manhã de hoje (08/06), com o Bispo Diocesano, Dom Luiz Antônio Guedes, na Capela da Catedral Sagrada Família, para um momento de reflexão conduzido pelo padre Antonio Torres, psicólogo e mestre em Ciências da Linguagem e vigário paroquial da Paróquia Santa Suzana, Forania Morumbi, sobre Espiritualidade do Sagrado Coração de Jesus na vida do presbítero.

Padre Antonio, discursou por mais de uma hora sobre os quatro graus de oração alcançados por Santa Teresa de Jesus, fazendo um paralelo sobre a transição da oração ascética para a mística, onde a oração vai avançando de grau em grau.

Após a reflexão, por volta do meio dia, houve a celebração eucarística da Solenidade do Sagrado Coração, onde aconteceu também o ato de transladação dos restos mortais de dois padres e de um seminarista para a cripta da Catedral; os corpos estavam sepultados no cemitério do Gethsêmani, Vila Sônia.

Na abertura da santa missa, Dom Luiz Antônio Guedes agradeceu a presença de todos e pediu orações pelas almas dos transladados. Foi lido um breve histórico dos falecidos ainda no início da celebração, dando identidade às urnas com os despojos posicionadas no corredor central da igreja.

A homilia foi conduzida pelo padre Antônio Torres que enfatizou em seu discurso o dever de todos serem e oferecerem amor, “Para amar, basta estar atento a quem está do nosso lado, às vezes escolhemos o caminho mais difícil para dar amor, quando para amar basta estar atento” e direcionando seu discurso aos padres disse, “Amor sem humildade é projeção, nós que somos ministros do amor devemos nos despojar. Nosso coração é um poço profundo, quanto mais você doa amor, mais a graça de Deus se dará”.

Durante a oração dos fiéis, padre André Vascom convidou a todos os presentes a rezarem a oração missionária distribuída no inicio da celebração.

A celebração transcorreu como de costume e antes da benção final, Dom Luiz, aspergiu com água benta e incensou as urnas. Em procissão todos os padres, o bispo e os pais do seminarista, que participaram de todo o rito, seguiram até a Cripta e depositaram as urnas nos lóculos correspondentes. Atualmente a Cripta Memorial da Família, localizada no interior da Catedral abriga os restos mortais de sacerdotes e também de leigos que adquiriram tais lóculos.

Dom Luiz encerrou a celebração eucarística lembrando que o Sagrado Coração de Jesus representa o grande amor de Deus pela humanidade e que devemos fazer deste coração uma morada, que quer nos acolher; da mesma forma, os sacerdotes devem seguir ter o coração misericordioso de Jesus como modelo para o exercício do ministério.

IMG4331
IMG4294
IMG4293
IMG4291
IMG4301
IMG4311
IMG4328
IMG4309
IMG4308
IMG4392
IMG4380
IMG4378
IMG4374
IMG4372
IMG4370
IMG4367
IMG4365
IMG4363
IMG4362
IMG4361
IMG4359
IMG4403
IMG4445
IMG4460
IMG4485
IMG4441
IMG4414
IMG4476
IMG4353
IMG4491
IMG4506
IMG4521
IMG4510