fbpx

Os 7 passos para uma oração bem-sucedida

“Vivei sempre contentes. Orai sem cessar. Em todas as circunstâncias, dai graças, porque esta é a vosso respeito a vontade de Deus em Jesus Cristo”, recomenda São Paulo (1 Ts 5, 16-18). Mas como encontrar a hora e o tempo certos para rezar no turbilhão da vida cotidiana?

Aleteia | Padre Pierre Descouvemont | Segunda, 06 Julho 2020 11:32
Os 7 passos para uma oração bem-sucedida

Quando perguntado que horas são, um velho padre respondeu: “É hora de amar!”. Ele também poderia ter respondido que era hora de rezar – Jesus realmente nos disse que devemos orar constantemente (Lc 18, 1).

Sempre que possível devemos nos unir ao Senhor, que está presente no fundo do nosso coração: “Ó Tu que vives no fundo do meu coração, faz-me viver também contigo no fundo do meu coração”. É aí que o Senhor pode nos ajudar a obter vitórias reais sobre tentações de todos os tipos que continuam surgindo durante todo o dia.

Quando somos tentados a nos deixar levar pela monotonia da vida, pense que Jesus está presente, nos amando e esperando por um sorriso nosso.

Quando estamos terrivelmente perturbados com uma reflexão que acabamos de ouvir, peçamos ao Senhor que forme em nosso interior um coração doce e humilde, como o dele.

Quando estamos decepcionados conosco, porque ainda sucumbimos estupidamente a uma tentação de vaidade ou calúnia, voltemo-nos imediatamente para ele, seguros de que seremos perdoados.

Contudo, para ter esses reflexos que nos levam à oração é preciso dedicar tempo todos os dias, de coração a coração, ao Senhor. Então, qual é o momento perfeito para rezar?

Os sete passos para uma oração bem-sucedida

1 - Escolha um lugar e um momento em que você não seja perturbado: “Entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo” (Mt 6, 6). O próprio Jesus frequentemente se retirava à noite para rezar em um lugar deserto.

2 - Faça sua oração o mais cedo possível; dessa forma, o seu dia inteiro é iluminado!

3 - Prepare-se na noite anterior meditando sobre um texto das Escrituras ou de um autor espiritual.

4 - Mesmo que este momento seja breve, espere-o e viva-o como o auge do seu dia. Estes são os minutos em que amamos a Deus com todo o nosso coração e não apenas com as nossas forças humanas. Não é esse o primeiro mandamento?

5 - Comece e persevere em oração acreditando que o Senhor está mais feliz do que nós naquele momento, feliz por nos ver “perdendo tempo” com ele, por ele.

6 - Não o interrompa antes da hora marcada: ele é sensível à nossa lealdade neste ponto.

7 - Não hesite em prolongar este relacionamento de amor nos dias de folga, durante as férias, por exemplo.

Reconheçamos que hoje em dia é necessário heroísmo para ser fiel a essa oração diária e por isso, é necessário tomá-la como uma resolução.

Mas o mais importante é entender que a oração é realmente algo vital e está ao alcance de todos. Muitas vezes é durante um retiro espiritual, uma Vigília Eucarística ou ouvindo o testemunho de uma pessoa que recebeu essa graça que nós também a recebemos.