fbpx

Novo arcebispo primaz para o Brasil terá cerimônia restrita e transmitida no dia 05 de junho

Redação | Quarta, 20 Maio 2020 16:25
Novo arcebispo primaz para o Brasil terá cerimônia restrita e transmitida no dia 05 de junho

Nomeado em 11 de março, o novo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Cardeal Dom Sergio da Rocha, tomará posse em cerimônia reservada a um grupo restrito de pessoas. Devido à pandemia do novo coronavirus, a posse será transmitida nos canais oficiais de comunicação da arquidiocese, no dia 05 de junho, às 19 horas, da Catedral Metropolitana Transfiguração do Senhor, em Salvador (BA).

Dom Sergio será o 28º Arcebispo da Sede Primacial da Igreja no Brasil, sucedendo o atual Arcebispo, Dom Murilo Krieger, que desde o dia da nomeação passou a ser o administrador apostólico da Arquidiocese de Salvador. Com 76 anos de idade, Dom Murilo Krieger recebeu a concessão da aposentadoria do cargo. O religioso fez o pedido em outubro de 2018, quando completou 75 anos, idade estipulada pela igreja para que os arcebispos se aposentem.

Sérgio da Rocha foi criado cardeal pelo papa Francisco no consistório realizado, na basílica de São Pedro, em 19 de novembro de 2016.

Em mensagem enviada para os irmãos e irmãs da Arquidiocese de Salvador, na época da nomeação, o novo arcebispo falou da esperança e alegria em assumir a nova missão e destacou Santa Dulce dos Pobres como inspiração para viver o lema que tem iluminado o seu ministério episcopal.  

“Desde o primeiro momento da nomeação recebida, tenho voltado o olhar e o coração para Salvador como minha nova família. Com amor de pai, irmão e amigo, assumo esta nova missão com esperança e alegria, sabendo que vou encontrar irmãos e amigos, com os quais quero conviver fraternalmente e trabalhar juntos pelo Reino de Deus. Já me sinto parte dessa família acolhedora. Pela graça de Deus e contando com a ajuda de todos, tenho a esperança de crescer na vivência do lema que tem iluminado meu ministério episcopal “tudo na caridade”, com especial atenção aos que mais sofrem, animado pelo exemplo de Santa Dulce dos Pobres, a quem muito admiro e venero”, declarou Dom Sergio da Rocha.

Cardeal Dom Sérgio da Rocha

O cardeal Sergio da Rocha nasceu em 21 de outubro de 1959 em Dobrada, diocese de Jaboticabal, no Estado de São Paulo. Concluiu os estudos de Filosofia no Seminário Diocesano de São Carlos e os de Teologia no Instituto de Teologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Em seguida, concluiu a Licenciatura em Teologia Moral da Faculdade de Teologia "Nossa Senhora da Assunção" em São Paulo e o Doutorado na mesma disciplina na Academia Alfonsiana de Roma.

Foi ordenado sacerdote em 14 de dezembro de 1984, sendo incardinado na Diocese de São Carlos, onde exerceu os seguintes ministérios: pároco em Água Vermelha; vigário paroquial da Catedral; vigário paroquial de Nossa Senhora de Fátima, em São Carlos; reitor da Capela São Judas Tadeu em São Carlos; responsável diocesano pela juventude; responsável diocesano pelo Serviço Vocacional; coordenador diocesano de Pastoral; diretor espiritual da Casa de Teologia em Campinas; reitor do Seminário Maior de Filosofia; reitor do Seminário Maior de Teologia; professor de filosofia no Seminário Diocesano; membro da equipe de formação para o Diaconato Permanente; membro do Conselho Presbiteral e do Colégio de Consultores. Além disso, foi professor de Teologia Moral na Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

Em 13 de junho de 2001, foi eleito bispo titular de Alba e auxiliar de Fortaleza, recebendo a ordenação episcopal no dia 11 de agosto seguinte. Em 31 de janeiro de 2007, foi nomeado arcebispo coadjutor de Teresina, tornando-se arcebispo metropolitano em 3 de setembro de 2008. Em 15 de junho de 2011 foi transferido como arcebispo metropolitano de Brasília.

No âmbito do Conselho Episcopal da América Latina (CELAM), foi presidente do Departamento de Vocações e Ministérios. Na Conferência Episcopal brasileira, ocupou os seguintes cargos: secretário e responsável pela Juventude e pelas Vocações do Regional Nordeste 1; presidente do Regional Nordeste 4; membro da Comissão Episcopal para a Doutrina da Fé, da Comissão Episcopal para a superação da miséria e da fome, da Comissão Episcopal para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada e do Conselho Permanente.

Dados Históricos da Arquidiocese

A Diocese de São Salvador da Bahia foi criada em 25 de fevereiro de 1551 pelo Papa Júlio III. Por ser a primeira diocese criada no Brasil – mais tarde elevada à Arquidiocese -, tem o título de Arquidiocese Primaz do Brasil. Foi o Papa Inocêncio XI quem a elevou a Arquidiocese, em 16 de novembro de 1676.

O primeiro Bispo foi Dom Pedro Fernando Sardinha (1552-1556). Enquanto Diocese, São Salvador da Bahia teve oito bispos. Desde que se tornou Arquidiocese, já teve 27 Arcebispos.

Título da Catedral: Catedral Metropolitana Basílica Primacial de São Salvador – Transfiguração do Senhor (1549)

Situação Geográfica: Leste do Estado da Bahia. Limites: Oceano Atlântico, Arquidiocese de Feira de Santana (BA) e Dioceses de Amargosa (BA), Cruz das Almas (BA) e Camaçari (BA).

 

Assista ao vivo, dia 05/06 às 19 horas pelo Youtube/arquidiocesedesalvador  Facebook @Arquidiocesesalvador e Instagram @arquisalvador