Batizados e Enviados

“Proclamo um Mês Missionário Extraordinário para outubro de 2019 […] A fim de que todos os fiéis tomem verdadeiramente a peito o anúncio do Evangelho e a transformação das suas comunidades em realidades missionárias e evangelizadoras”. (Papa Francisco, Carta por ocasião do centenário da promulgação da carta apostólica MaximumIllud sobre a atividade desenvolvida pelos missionários no mundo, 22 de outubro de 2017).

Pe. Andre Vascon | Quinta, 21 Fevereiro 2019 16:37
Batizados e Enviados CNBB

Iniciando as atividades pastorais deste novo ano de 2019, estas solenes palavras de Papa Francisco pedem uma atenção toda particular a cada uma das nossas comunidades para podermos vivenciar, a partir de uma escolha de profunda comunhão, a experiência mais crucial da fé: o anúncio do amor de Deus na pessoa de Jesus Cristo.

“Espero que todas as comunidades se esforcem por implementar os meios necessários para avançar no caminho de uma conversão pastoral e missionária, que não pode deixar as coisas como estão”.

Nesse mesmo documento com o qual somos convocados, como Igreja no mundo, a renovar nosso empenho evangelizador, o Papa Francisco esclarece aquilo que está realmente em jogo: nossa própria identidade de seguidores de Cristo, fundada numa permanente conversão capaz de quebrar as amarras do egoísmo e da autossuficiência nas quais continuamente caímos.

A partir do lema do Mês Missionário Extraordinário, somos “Batizados e Enviados”. Por isso a evangelização significa, antes de tudo, assumir a identidade de Cristo, sua acolhida repleta de amor, sua misericórdia sem limites, sua solicitude incansável para com os últimos, sua doação de vida até o fim. Evangelizar significa “seguir o mesmo caminho de Cristo: o caminho da pobreza, da obediência, do serviço e do próprio sacrifício até à morte” (Concílio Vaticano II. Decreto Ad Gentes, n.5). Significa, afinal, guardar a fé que nos foi entregue para que possa produzir muito fruto (Jo 15,16).

Em vista deste grande e desafiador compromisso, a própria Igreja no Brasil, através da CNBB, elaborou numerosas iniciativas e propostas que o Conselho Missionário Diocesano (COMIDI) da Diocese de Campo Limpo recolheu, colocando-se à disposição todas as Paróquias para a celebração do Mês Missionário Extraordinário.

Em profunda sintonia com a significativa etapa dos 30 anos de criação de nossa Diocese, contamos com a colaboração e participação da sua Comunidade, entregando à Sagrada Família, nossa Padroeira Diocesana, cada esforço posto em ato para o crescimento da comunhão e do espírito missionário.

Conheça as propostas elaboradas pela CNBB para o Mês Missionário Extraordinário:

http://www.cnbb.org.br/vaticano-e-as-pontificias-obras-missionarias-lancam-guia-para-o-mes-missionario-extraordinario/